Look do Dia: Estampas + Miika e Bidu no jardim

Quando as minhas forças se acabam
E a minha esperança no Senhor
Parecem não resistir
Minh'alma se abate dentro de mim


Meu coração começa a se lembrar
Daquilo que renova a esperança
As misericórdias do Senhor
Não têm fim, Grande é o seu amor



A cada manhã as misericórdias se renovam
A cada manhã as misericórdias se renovam
A cada manhã
A cada manhã



Minha porção é o Senhor
A minha força é sua alegria
Ele é a razão do meu louvor
Inspiração da minha melodia
Espero nEle a cada novo dia


" Diante do Trono - A cada manhã "  

Aprontando na Cozinha: SOBÁ

Alguém aí conhece esse prato delicioso?


O sobá é um tipo de macarrão japonês tradicionalmente degustado na passagem do ano. A minha cidade, Campo Grande - MS, foi a primeira cidade a dispor de restaurantes que servem sobás. O sobá é um prato tão tradicional de Campo Grande que temos até um festival anual de sobá e um monumento na feira central, como vocês podem ver na imagem abaixo.


Eu amo um sobázinho e aqui em casa o meu irmão sempre faz, sem contar que é só dar uma refrescadinha no tempo que o nosso jantar de fds é na sobaria.

Bom, vamos a receitinha então:

Ingredientes
500 g de macarrão para sobá. ( caso não encontrem pode usar macarrão para yakissoba ou talharim )
700 g de carne de sua preferência (bovina ou suína) cortada em tiras
1 xícara (chá) de molho de soja
5 ovos
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de óleo
1 litro de água
Gengibre ralada e cebolinha picada, a gosto.

Modo de Preparo
Tempere a corne cortada em tiras com os temperos de sua preferência, deixe repousar por alguns minutos para penetrar o tempero. Refogue a carne com o óleo. Depois acrescente 1 litro de água e o molho de soja. Acrescente sal a gosto e deixe cozinhar por 30 minutos, em fogo médio, para que o sabor da carne incorpore ao molho. Enquanto isso, cozinhe o macarrão normalmente e reserve. Faça omeletes bem fininhas, feitas na manteiga e corte em tirinhas. Depois de tudo pronto comece a montar o prato.

Montagem do Prato
Em um refratário individual fundo coloque a quantidade de macarrão desejada. Despeje o caldo bem quente de forma a cobrir o macarrão, separe as carnes e coloque-as em um cantinho, por cima do macarrão. Coloque as tiras de omelete ao lado da carne e coloque também as cebolinhas picadas. O gengibre pode ser incorporado ao caldo ou servido em copinhos separados, para que cada indivíduo coloque no sobá a quantidade de gengibre que desejar.


Fácil meninas?
Eu amo sobá e é um dos meus pratos favoritos. Espero que vocês gostem.


Não deixe de comentar me contando
se na sua cidade tem sobá, se você conhece,
gosta ou se fez a receitinha.

Obrigada pela visita.
Super Beijo!

Pensamentos trazidos pela chuva


Eu estava lá, perdida em meio a agitação do meu dia. Um correria fora do meu controle, um cansaço que consumia minhas pernas e aquele salto 15 do tipo agulha que só aumentava o sofrimento, mas ao menos valorizava as minhas curvas, se é que vocês me entendem. Lá fora caía uma tempestade que eu pude perceber pelo som dos trovões que ecoavam nas paredes do prédio. Tudo o que eu mais queria era estar em casa, mais precisamente no aconchego da minha caminha, mas naquele momento, o trabalho e a chuva me impediam de realizar essa mordomia. As horas se passavam e eu ainda estava lá.

Depois de tanto trabalho e do fim do expediente de alguns colegas, me vi sentada curvada na frente do computador, com os pés descalços e uma fina garoa batendo na janela. Já passava das oito, mas eu ainda esta ali. Estava tão exausta e farta de todos aqueles documentos que comecei a me perguntar  que eu havia feito pra estar naquele lugar. Em que momento do caminho eu escolhi aquela vida. Não que eu não fosse feliz ou me arrependesse das minhas escolhas, mas naquele dia tudo se tornou tão vago. Eu só queria viver e não ter que ficar lendo aqueles infindáveis processos.

Me lembrei de um certo ex namorado, o culpado por eu ter entrado na faculdade de direito e então o possível culpado daqueles sentimentos atordoadores. Me lembro que na época foi ele quem pagou a minha inscrição e a minha matrícula, acho que ele estava querendo que eu me tornasse uma pessoa admirável. Bom, pelo menos alguma coisa boa ele fez antes de terminar comigo e orgulhosamente sumir da minha vida. E acho que ele sentiria orgulho da mulher que sou hoje.

Depois do final daquele relacionamento me fechei interiormente e foquei apenas nos estudos. A faculdade e o trabalho consumiam todo o meu tempo, e pensar em relacionamento sério com alguém, era a última coisa que eu queria. Anos depois, agora formada e com uma brilhante carreira em construção, aqui estou eu. Ainda estou sozinha, bom, prefiro dizer que não encontrei o cara certo e que meus requisitos são muito específicos.

Vendo aquela chuva fininha batendo na janela, minha mesa cheia de processos e a dor insistente batendo nas pernas, chego a questionar se aquele cara fez algo bom por mim. Não que eu não ame advogar, mas será que eu poderia ter escolhido outro caminho que me permitiria estar neste exato momento deitada na minha caminha ao lado de um homem maravilhoso dizendo que me ama?! Tem coisas na vida que a gente nunca vai saber, e uma delas é se o caminho que a gente escolhe realmente é o caminho que vai nos fazer feliz.

Nesse momento um forte trovão sinalizou que a chuva engrossaria e me fez lembrar que ainda faltam 25 processos pra analisar. E cá estou eu, procurando um pouquinho de paixão pra poder voltar ao trabalho. Queria mesmo é que a luz acabasse, assim eu poderia ir pra casa e dar a desculpa da luz pro meu chefe no dia seguinte. Pura ilusão.




Vídeo: Arrume-se comigo: Igreja

Oii meninaas.. já viram o vídeo novo?

 

Espero que gostem!
Não deixe de comentar e se inscrever no canal.

Super Beijo

10 Dicas Pessoais de Estudo

Olá meus amores, tudo bem com vocês? Já estão preparadas para os vestibulares que logo logo estão chegando? 
Depois de gravar a tag sobre a minha faculdade, que vocês podem assistir aqui, resolvi dar algumas dicas bem pessoais de estudo. Como contei no vídeo, eu fiz 4 anos de cursinho e já prestei muitos vestibulares e fiz por 3 anos a prova do enem, e posso dizer pra vocês que eu não sou uma japonesa do tipo nerd e que sou bem preguiçosa pra estudar, mas com um pouquinho de organização e força de vontade eu consegui tirar boas notas e passei pra vários cursos e diversas faculdades.

Separei 10 dicas que acho super importantes pra um bom desempenho na hora de estudar.





" p.s.: escolhi o garfield pra ilustrar esse post por que na hora de estudar, muitas vezes somos preguiçosas igual a ele, haha. "

Deixe um comentário compartilhando as suas dicas na hora de estudar. Vou adorar ler!

Unhas da Semana: Sakura + Coleção Oriente-se - L'apogée

Olá meninaas... tudo bem ??
Eu sempre faço as unhas no domingo, mas nesse domingo eu estava um pouco sem criatividade para tentar criar algum modelinho de unha, então resolvi usar adesivos, que além de fofos deixam as unhas com uma frescurinha a mais. haha


Quero aproveitar e mostrar pra vocês uma coleção que descobri a poucos dias e que ficou louquinha de amores. haha
É a coleção Oriente-se da L'apogée. Como vocês sabem eu amo tudo o que é oriental, então, não teve como não amar essa coleção.
Eu estou usando a cor SAKURA, mas estou louca pra ter a coleção toda. *-*

Na foto abaixo, não sei por que a cor sakura está em um rosa bebe, mas na verdade, é essa cor que eu estou usando. Um roxinho lindo.
Linda essa coleção né?!
E aí, vocês já tem algum?
Conta pra mim aqui nos comentários.

Obrigada pela visita.
Super Beijo

O final de uma breve história de amor.



Era uma tarde de muito calor. O sol lá fora irradiava sem dó. Eu estava deitada no sofá, com o ventilador bagunçando o meu cabelo e na televisão estava passando um filme qualquer, que na verdade eu só estava assistindo por não ter nada melhor pra fazer e, sinceramente, naquele calor, ficar ali deitadinha sem movimentar-me muito, era uma boa saída para amenizar o calor.
Quando eu menos esperava alguém me chamou no portão, era ele. Levantei rápido do sofá e enquanto procurava os chinelos, tentava arrumar o cabelo que estava todo bagunçado por causa do ventilador. Aquela coisa que mulher sempre faz, junta os cabelos de lado, dá uma torcidinha, joga pra trás pra parecer natural e depois arruma a roupa. Fui até o portão com o maior sorriso do mundo. O coração estava todo bobo, sem saber direito o que pensar ou fazer, afinal, era ele.

Quando me aproximei senti um olhar tão distante vindo ao meu encontro. O mesmo olhar que muitas vezes eu havia usado. Entramos, nos sentamos no sofá e quando eu ia deitando no colo dele como de costume, ele me segurou, olhou seriamente nos meus olhos e disse que precisávamos ter uma conversa séria. Nesse momento eu já sabia o que me esperava e não queria estar prestes a ouvir o que eu tinha certeza que ouviria.
É engraçado como reagimos diante de um término. Eu sei que cada pessoa reage de uma forma muito particular, mas todas começamos a relembrar de todos os momentos, aquele famoso filme passa em nossa mente. Naquele época eu tinha uma reação um pouco incomum diante de situações ruins. Acredito que meu orgulho era muito maior que as minhas dores, e por isso eu não conseguia demonstrar os meus verdadeiros sentimentos. Enquanto as palavras soavam da boca dele, eu só conseguia ouvir argumentos furados que na verdade não eram capaz de justificar nada do que estava acontecendo. Era mais fácil dizer que tudo estava acabado por que ele nunca havia gostado de mim, do que ficar inventando desculpinhas.

Eu engoli o choro, travei o coração e abri um sorriso. Sem que eu pudesse parar para pensar as palavras fluíram dos meus lábios, formando frases, que eu tenho certeza que ele não esperava ouvir. Eu disse que também queria terminar, mas que não sabia como fazer isso, que ele ter terminado era muito bom e que seríamos apenas amigos. Nesse momento eu estava prestes a ganhar o óscar por melhor encenação. Não sei por que disse isso, não sei por que aquele sorriso ficou travado no meu rosto, mas era tudo uma grande mentira.
Depois dessas palavras, nos levantamos do sofá, paramos na porta da sala, ele deu um beijo na minha testa e me abraçou, eu prendi a respiração por que uma lágrima queria cair, mas a segurei e o levei até o portão. Nos despedimos mais uma vez com um abraço, virei as costas e desabei em lágrimas. Aquele foi o nosso adeus e não que eu nunca mais o tenha visto, mas foi o fim de uma breve história de amor. Amor da minha parte, mas uma história de amor.




Look do Dia: Xadrez + Acredite

Acredite, é hora de vencer
Essa força vem de dentro de você
Você pode até tocar o céu, se crer...


Acredite, que nenhum de nós
Já nasceu com jeito pra super-herói.
Nossos sonhos a gente é quem constrói
É vencendo os limites, escalando as fortalezas,
conquistando o impossível pela fé.



Campeão, vencedor, Deus dá asas, faz teu voo.
Campeão, vencedor, essa fé que te faz imbatível, te mostra o teu valor.


Acredite, que nenhum de nós
Já nasceu com jeito pra super-herói
Nossos sonhos a gente é quem constrói
É vencendo os limites, escalando as fortalezas,
conquistando o impossível pela fé


Tantos recordes você pode quebrar
As barreiras você pode ultrapassar, e vencer!



Sem mais palavras.

Música: Acredite - Jamile



Quem é Deus pra você ?



Desde muito criança fui ensinada a diferenciar o que é certo do que é errado. Fui criada em uma igreja evangélica, sempre louvando, orando e aprendendo os ensinamentos bíblicos. Sei que falar de religião é algo muito delicado, mas como sempre expresso meus sentimentos aqui no blog, não poderia deixar de compartilhar um pouquinho do que aprendi nesses longos anos em igrejas.

Fui ensinada a servir a Deus e a amá-lo acima de todas as coisas. Aprendi que existe um Deus Todo Poderoso acima de nós, mas que mesmo sendo tão grandioso, Ele nos amou de tal maneira que não se recusou em dar o seu único filho para sofrer e morrer por nós. E foi assim que eu aprendi sobre Deus e o seu grande poder. Dia após dia eu busquei servi-lo e amá-lo, até que em um determinado momento eu me dei conta de que conhecia Deus apenas de ouvir falar, ou seja, eu só sabia o que as outras pessoas me falavam ou então o que eu lia na bíblia. Não que não seja verdade, mas senti a necessidade de conhecer a Deus a partir das minhas experiências com Ele.

Dizem que quando pedimos algo a Deus, precisamos pedir com sabedoria. Eu não sabia disso e então pedi apenas para conhecê-lo. Mas como também dizem, a gente conhece o verdadeiro lado das pessoas, apenas em momentos difíceis. E não foi diferente com Deus. Eu precisa de uma experiência com Ele, algo que pudesse me mostrar o tamanho do seu amor. E foi quando tudo começou a mudar.

Na bíblia tem um texto que fala sobre o deserto e de como Deus cuidou do povo durante a travessia do deserto. Eu entrei no deserto e fui ter a minha experiência com Deus. Me emociono ao lembrar de todos os momentos em que estávamos a sós conversando. Só eu e Ele ali, sentadinhos no chão do meu quarto. Por muitas vezes eu não tinha forças pra falar e as minhas lágrimas eram frases pra Ele. E digo isso porque mesmo aparentemente estando ali sozinha, eu podia sentir o seu amor me acolher.

Durante o deserto, tive ainda mais certeza de que Deus é soberano e que independentemente de religião, denominação ou do que os "pregadores" dizem, Ele apenas É.
Ele é o seu amigo, quando os "amigos" se vão.
Ele é o seu refúgio, quando te humilham e te envergonham.
Ele é o seu defensor, quando as pessoas de julgam e acusam de coisas que você não fez.
Ele é o colinho aconchegante, quando a solidão bate a porta.
Ele é o abraço mais reconfortante, quando as lágrimas não param de cair.
Ele é o amor mais puro e sincero que você poderá conhecer.

Poderia ficar aqui horas e horas contando sobre o que Deus é. E não por que eu ouvi alguém dizer ou por que estava escrito em algum lugar, mas por que eu vivi isso. Não conheça Deus apenas pelas coisas que você lê ou ouve dEle, mas o conheça por ter uma experiência com Ele, e então, você vai perceber que Ele está acima de qualquer religiosidade.



Vídeo e Fotos - TAG: Sobre a minha faculdade

Oiii meninaaas... Tudo bem ?
Já faz algum tempo que eu recebi um pedido para gravar a TAG: Sobre a minha faculdade. Atendendo a esse pedido e com a intenção de esclarecer um pouquinho sobre o curso de estética e cosmetologia, aqui está o vídeo. Espero que vocês gostem.


Fotos do Curso:

No trote com a Rosana.


Eletroterapia Facial com a Tiely.


Terapia Capilar com a Tiely.


Semana da Estética.

Divulgando com a Steffany e a Tiely.

Esmalte da Semana: Hip Hop

Olá meninaaas, as unhas dessa semana foram uma tentativa frustrada de fazer espartilhos. Não ficou como eu queria, pra variar, haha, mas as mantive assim mesmo. Eu sou louca por esse esmalte azul, acho super lindo.

Vamos ver como ficaram?


Coloquei só uma foto por que nem teve diferença de uma foto pra outra.  x)

Bom meninas, o esmaltes usados foram:

Hip Hop - Ana Hickmann
Branco - Ludurana



Unhas da Semana: Branco e Dourado

Olá meninas, tudo bem com vocês?
As unhas dessa semana me lembraram muito unhas de ano novo, mas eu gostei mesmo assim.
Usei apenas esmaltes e fitinhas douradas que comprei por 1,50 no xing ling.




Esmaltes usados:
Branco Puro - Ludurana
Glitter Magia - Ludurana



Com o coração sufocado.


Nos últimos 3 dias tenho sentido o meu coração tão apertado. Parece que ele está sendo sufocado. As vezes chego até a respirar fundo pra ver se essa sensação alivia, mas é em vão. Não sei o que está acontecendo, mas isso tem gerado uma inquietação dentro de mim. Fico tentando achar um motivo pra estar assim, pra sentir isso. Pelo menos em momentos assim eu fico mais inspirada pra escrever e compor. De tudo devemos ver um lado bom né?!

Mas voltado ao meu aperto no peito, me lembro que poucas vezes senti isso, e todas as vezes foram antes de um "grande" acontecimento, alguns bons e outros nem tanto, mas que de certa forma marcaram a minha vida. Não vou contar todas as vezes porque é algo pessoal demais, mas uma das vezes foi pouco depois de completar 18 anos. Eu fiquei por um tempo sentindo o coração sufocado, sentindo como se precisasse de algo. E realmente algo aconteceu.

Nessa época eu me "revoltei" com tudo e todos, fui buscar algo que nunca havia conhecido. Eu pensava que  aquela sensação passaria ao me libertar de todas as coisas que faziam parte de mim. Que grande bobagem. Achei que quebrando regras, extravasando minhas energias, enfim, fazendo tudo o que desse na telha, eu me sentiria mais livre. Pra ser sincera, foi a pior época da minha vida. Fugir dos meus princípios, dos meus sonhos, amores e de mim mesma, só faziam aquele aperto no peito aumentar.

Depois de um tempo vivendo essa ilusão, eu entendi que aquele aperto no peito tratava-se de uma mágoa falsamente perdoada, e que todo aquele mundinho que eu estava vivendo, não poderia aliviar o meu coração. Quando voltei pro caminho certo, o meu caminho, todas as coisas foram se ajeitando e aquela sensação foi dando espaço a outras emoções que fizeram com que eu me sentisse livre.

Hoje, eu não sei porque estou com esse sentimento. Não sei se existe algo que preciso perdoar ou esquecer. Mas sabe, uma coisa eu aprendi, fugir de mim mesma não melhora as coisas. Se for pra ter meu coração livre novamente, que seja livre de pessoas que não me fazem mais bem, que seja livre de mágoas e decepções, mas nunca mais eu vou fugir de quem eu sou.


Vídeo: O que levo nas bolsas da faculdade

Olá meninas, tudo bem com vcs ?
Já viram o meu último vídeo?
Resolvi mostrar um pouquinho das coisas que levo e uso na faculdade. Espero que vocês gostem.




Dê uma passadinha no canal para ver mais vídeos e se inscreva para receber as atualizações.
Super Beijo



Sentir-se sozinha.



Fechei os meus olhos, silenciei o mundo, parei o tempo. Aquele momento era só meu. Aquele aperto no peito, só eu podia sentir. Já não é novidade que não consigo falar quando algo não vai bem. Não que eu fique muda, mas é como se algo estivesse preso na garganta me impedindo de falar as coisas que eu tanto queria ter coragem pra dizer. E o fato de eu estar em silêncio não significa que eu esteja ouvindo as palavras que saem da sua boca, na verdade, meus olhos ficam olhando fixamente pros seus lábios, mas o meu olhar está tão longe que você nem pode mais alcançá-lo.

Enquanto você derrama justificativas no meu colo, só consigo imaginar aquele velho balanço. E eu estou nele, impulsionando o corpo pra ir cada vez mais alto. Nesse momento, fecho meus olhos e sinto o vento tocando meu rosto. A sensação é de leveza e, por mais que você esteja alterando o tom de voz pra me fazer te ouvir,  naquele balanço eu me sinto livre. Livre de mim mesma, dos meus medos, das minhas dores e de toda raiva. Livre das suas justificativas, do seu jeito eufórico de falar e do seu desespero ao tentar me fazer falar.

Depois de um instante me dou conta que aquele balanço não existe, aquela sensação de liberdade e leveza é apenas imaginação. Nesse momento eu fico pensando em quantas coisas poderíamos fazer diferente, se houvesse um pouquinho de coragem. Temos tanto medo da palavra que vai e não volta. Temos medo do arrependimento que pode chegar tarde demais. Temos medo dos sentimentos que gritam dentro de nós. A verdade? A verdade é que depois de um tempo nos tornamos prisioneiros de nós mesmos, e por isso, já não podemos mais balançar no velho balanço.

Quem sabe um dia você entenda que a sua felicidade não depende de quem está ao seu lado. As suas mágoas e dores, só vão melhorar quando você for capaz de desligar o mudo e colocar pra fora tudo o que está preso na garganta. E as consequências? Tudo bem, afinal, bem ou mal, sempre temos que lidar com elas. Se falamos ou calamos, se choramos ou rimos, se amamos ou detestamos, as consequências estão aí. O medo de lidar com elas não pode te impedir de ser feliz. Se algo não vai bem, diga. Se falta algo, peça. Se não der certo, procure em algum lugar a sua felicidade. Felicidade. É isso que você precisa, afinal, é como dizem, a vida passa rápido demais pra você não ser feliz nela.

Unhas da Semana: Degradê Rosa

Olá meninas, tudo bem com vocês?
 Não sei se já falei pra vocês, mas por causa da facul eu não posso usar unhas compridas, que triste. :(
 Eu amo unhas compridas, acho que usar unhas curtas tem sido algo bem ruin pra mim, sinto muita falta das  minhas "garras". haha
 Sinceramente eu acabo ficando sem saber o que fazer pra deixar minhas unhas com a minha 'cara'. Muitas  vezes, fico até sem vontade de pintá-las. Ontem a noite, olhando algumas fotos na net, vi uma imagem de  unhas com degradê e achei que poderia ficar legal nas minhas tbm, então eu fiz usando rosa, pq na verdade  era a única cor que eu tinha em vários tons. Acabei gostando do resultado.





Eu usei 5 esmaltes pra fazer esse degradê, mas vocês podem usar só 3 e o glitter que vai ficar bem legal, eu que sou exagerada mesmo. Não usei esponja pra fazer, só fui pintando camada por camada e depois usei o glitter pra disfarçar um pouco as marcas.

Esmaltes usados:
1°  Jasmin dos Poetas - Ana Hickmann
2°  Rio Doce - Impala
3°  Lady Di - L'apogée
4°  Toque Sexy - Elke
5°  Glitter Brisa - Ludurana



Super Beijo e Obrigada pela Visita!

Já assistiu?