Welcome to our website !

As palavras que ele nunca disse.

By 02:52 , ,

( Imagem: Via )

Ela estava sentada em uma roda cheia de pessoas desconhecidas. O lugar era mal iluminado e uma densa neblina dificultava a visão. O seu coração estava aflito, cheio de dores e abandono. Aquelas pessoas desconhecidas eram tão insignificantes para ela, que até se tornavam invisíveis. Quando ela menos pudesse esperar, levantou os olhos mirando-os para o escuro corredor que estava em sua frente. Ele estava vindo em sua direção.

Não fazia muito tempo que ele a havia deixado. E ao vê-lo vindo em sua direção o sentimento de abandono, de rejeição e de humilhação fizeram uma lágrima nascer em seu olhar. Ela nunca chorou na frente dele e aquela não seria a primeira vez. Ele continuou vindo no corredor escuro enquanto ela segurava aquela insistente lágrima. Quando ele se aproximou e segurou suas mãos, ela abaixou a cabeça, olhou pro chão e se perguntou se aquilo era real. O silêncio era tão frigido, mas foi rompido pela doce voz que ela tanto amava ouvir. Ele colocou a mão em seu queixo, erguendo a sua cabeça e fazendo com que ela o olhasse nos olhos. Ela juntou forças de onde não tinha para segurar as lágrimas e o encarou friamente.

Naquele momento o que ela menos poderia imaginar, aconteceu. Dias depois de a ter deixado, segurando suas mãos e olhando em seus olhos, ele disse que a amava. Como poderia amá-la se a havia deixado? Como poderia dizer isso não estando mais com ela? E antes que ela pudesse dizer algo, ele terminou sua frase dizendo que a amava mas que não poderiam ficar juntos naquele momento. Disse a ela que os dois precisavam aprender e viver muitas coisas, mas separados. Disse que quando todo processo passasse, os dois ficariam juntos e seria para sempre. Mas de que processo ele dizia? Ele apenas a abraçou calorosamente e se foi mais uma vez.

Depois deste dia cada um seguiu a sua vida. Separadamente foram realizar seus sonhos e construir a sua história. Anos se passaram, eles se viram algumas vezes, mas fingiram não se conhecer mais. Nunca mais tiveram a chance de conversar e o processo nunca terminou. Até hoje ela tenta entender do que ele falava. O tempo fez com que ela deixasse de amá-lo, mas jamais apagou as feridas daquela separação. Hoje ela tem pesadelos em que ele inesperadamente aparece sorrindo e vai embora.

Existem amores que duram anos e mesmo sendo inesquecíveis não são capazes de deixar uma marca em nosso coração, outros, no entanto, duram tão pouco, mas o suficiente para ficarem marcados em nosso coração, nossa mente e por que não em nossos sonhos. Ele nunca apareceu no corredor escuro, nunca disse que ficariam juntos depois que passassem por aquele processo e nunca mais a abraçou. Ela sonhou com aquele dia e se agarrou a esse sonho para dar sentido aquela dor. Cada um encara suas dores do jeito que mais lhes pareça reconfortante, e esse foi o jeito dela.




0 comentários