Não viva no automático


Sempre amei escrever.
Sentar e colocar pra fora, através de palavras, é uma das formas que mais gosto de me expressar. Percebo que quando escrevo não tenho medo de colocar em palavras todas as coisas que sinto e penso. Acho que a possibilidade de 'apagar' o que foi escrito, me deixa mais segura, afinal, quando falamos algo não é possível silenciar as palavras que já foram ditas.

Confesso que nos últimos meses encontrei muita dificuldade em me expressar com palavras. Muitas vezes quis escrever textos bonitinhos, mas parece que não fluía.
Percebi então, que estava na hora de me ouvir. Não era momento de colocar para fora, era momento de olhar pra dentro de mim mesma, e ouvir o que a Erica estava querendo me dizer.

Todos os dias já acordamos com tantas coisas para fazer. As vezes até parece que temos mais compromissos do que horas no nosso dia. E isso acaba nos levando a uma rotina. Estamos previamente programados a viver os nossos compromissos. Isso não é totalmente ruim. É bom sermos produtivos e conseguirmos fazer várias coisas durante o nosso dia, mas, o maior problema esta em apenas fazer e não ter tempo de viver. Estamos sempre fazendo, fazendo e fazendo.

Hoje você já tirou um tempinho para pensar nos seus sentimentos? Será que hoje você se olhou no espelho e parou para analisar a direção que a sua vida tem seguido? Você se lembrou de olhar para o céu e simplesmente agradecer pela vida?

Existem muitas coisas que me fazem feliz. Aquele tipo de coisa que nos recarregada, sabe?! Então quando percebo que a vida está seguindo muito no automático, gosto de parar um pouco, respirar e me observar. Gosto também de ler as metas que escrevi no inicio do ano, para avaliar se elas ainda são coisas que quero fazer ou se simplesmente meus planos mudaram. E não se esqueça, está tudo bem se os seus planos mudaram.

Todos os dias temos a chance de recomeçar. Tem um versículo que diz que todas as manhãs as misericórdias do Senhor se renovam. Quando leio esse versículo penso no quanto temos todos os dias a oportunidade de fazermos diferente. Se não deu certo hoje, Deus é misericordioso e nos dá o amanhã para fazermos melhor. Não importa quantas vezes seja preciso parar, se escutar e recomeçar. O importante mesmo é não viver apenas por viver. O importante é não ligar o automático e ir vivendo programadamente.

Viva!
Mas viva o máximo que você puder. Afinal, só existe o hoje. Só existe o agora.


Já assistiu?